sábado, 11 de agosto de 2007

Na Captura dos Friedmans


O documentário Na captura dos Friedmans é, certamente, um dos melhores filmes do gênero já feitos.

O filme conta a história da família Friedman, judeus residentes em NY. Em 1988 +/-, o pai, Arnold, engenheiro químico, professor de piano e de computação renomado, foi acusado de pedofilia, porque tinha algumas revistas de sodomia com garotinhos em casa, mas logo surge uma denúncia de que ele teria molestado alguns de seus alunos de computação (que tinham entre 8 e 12 anos). E não pára por aí, seu filho caçula foi acusado de ter violentado eles também. Durante o andamento do processo, vemos a família se desintegrar e várias controvérsias surgem.

O filme começa contando como Arnold fosse culpado, porém, pouco a pouco, descobrimos que ele era um cara legal e tal. Vemos que os depoimentos das crianças poderiam ter sido forjados pela polícia. Nunca é afirmado que ele não era pedófilo - ele gostava mesmo de olhar as fotos - mas não se pode acreditar que um cara tão ligado aos seus filhos pudesse cometer tantas atrocidades com a ajuda de seu filho.

O ponto alto do documentário é que o diretor não é parcial e, ao contrário, mostra as duas visões conflitantes de maneira muito boa. Contando com vídeos feitos pela própria família, o documentário é enriquecido, pois vemos que o cara - que normal não era, né - era muito ligado à sua família. (me perdi)

Tá. O filme é uma obra de arte que mostra muito bem essa visão subjetiva da realidade. Cada um viu uma coisa diferente que entra em conflito com o que outro disse. E na conclusão do filme vemos que não temos como saber o que foi que realmente aconteceu, pois a vida, a realidade é assim: subjetiva. (me perdi de novo)

Tá, o filme é muito bom. Vejam. Vale muito a pena. Não é à toa que ganhou prêmio de filme do ano em 2003.

Capturing the Friedmans
EUA
107 min
____________________________________
"I saw Guirrom" - The What




4 comentários:

Anônimo disse...

parece realmente bom. onde posso achar, é fácil?

Anônimo disse...

aiuheaiuei
"me perdi"
:P

ei! pq tu não alugou esse no lugar daquele nazi? hunf... se bem que.. não sei né... é capaz de tu elogiar aquele filme tb ¬¬

nathy disse...

parece interessante xD

Waick disse...

hmm a história parece ser bem foda. eu até poderia fazer comentários mais substanciais, mas, como o texto foi lido por mim alguns dias atrás, e não sinto vontade de lê-lo novamente a fim de expressar uma opinião, contento-me em preencher o maior número possível de linhas, com vocábulos nao usuais e estilo rebuscado, em uma frase deveras grande porém correta, a fim de parecer que sou inteligente.