quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Resenha atrasada – Press Café grande

Todo mundo conhece as barraquinhas do Press Café que tem nos shoppings aqui em Porto Alegre, daquelas que a gente senta onde todos os passantes enxergam a gente comendo e paga oito reais por uma água. Apesar disso, os lanches e os cafés são muito bons, e, ocasionalmente, vale a pena.

Daí tem o Press full size, lá na Hilário Ribeiro, que é um restaurante mesmo. Eu sempre passava na frente e achava bonito, até que um dia eu fui lá, pelo começo de janeiro. Pelos preços das barraquinhas do Press e pela localização do restaurante, achei que ia ser caro e ótimo, e só acertei pela metade (adivinhem qual metade). Não que seja ruim, mas é tipo, meh…

O ambiente é um pouco escuro demais, e não é aconchegante nem nada, e o atendimento é medíocre na melhor das hipóteses. Ainda assim, os pratos pareciam ser bons, e eu pedi uma massa al pesto com medalhões de filé. Bastante tempo depois, eles trouxeram uma massa al pesto sem medalhões de filé. São dois pratos diferentes, e o garçom anotou errado, e me trouxe massa sem filé. Como se eu fosse comer uma coisa sem carne.

Daí eu comi, e era tipo, meh. Não era ruim, e eu sei que molho pesto não é uma coisa lá muito especial, mas aquele prato eu poderia ter feito em casa, que ia ficar igual. Além disso, a porção era pequena demais.

Além disso, o refrigerante era quente. Refri quente é foda.

Enfim, não foi uma resenha muito inspirada, mas é porque o lugar é sem graça mesmo. Na verdade, eu só escrevi pra vocês não irem. Peçam massa no Spoleto que é a mesma porcaria pela metade do preço.

Nenhum comentário: